As inscrições para a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica estão abertas até o próximo sábado (31). Escolas interessadas em inscrever alunos devem fazer o cadastro pela internet. O evento ocorre no dia 18 de maio. Podem participar estudantes de instituições públicas e privadas.

Segundo a organização, trata-se da maior olimpíada científica do Brasil. Desde que surgiu, há 21 anos, contabiliza 8,5 milhões de participantes. Anualmente, 40 mil medalhas são distribuídas para estudantes de todo o País. “O objetivo é levar a maior quantidade de informações sobre as ciências espaciais para a sala de aula, despertando o interesse nos jovens”, diz João Batista Garcia Canalle, professor de astronomia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e coordenador nacional do evento.

O evento é divido em quatro níveis: três para alunos do ensino fundamental e um para estudantes do ensino médio. A prova é composta por dez questões, sendo sete de astronomia e três de astronáutica, a maioria delas de raciocínio lógico. Os melhores classificados na OBA vão representar o País, no próximo ano, na Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica e na Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica.