Novos 1.350 soldados da Polícia Militar do Ceará (PMCE) foram graduados nesta sexta-feira (20), em solenidade realizada no Centro de Eventos do Ceará. Presidido pelo governador Camilo Santana, acompanhado do secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, o evento marca o início de mais 1.282 homens e 68 mulheres no reforço da segurança estadual.

O efetivo corresponde à 1ª turma do concurso lançado pelo governador Camilo Santana em julho de 2016 – que convocará, no mínimo, 4.200 PMs, distribuídos em três turmas. A 2ª turma aprovada no certame está em processo de formação na Academia Estadual de Segurança Pública desde julho último; e a 3ª turma já foi chamada para a etapa de inspeção de saúde.

De acordo com o governador Camilo Santana, a projeção é ter o efetivo total em atividade o mais breve possível. “Estes aprovados hoje vão imediatamente para as ruas e vão integrar a nossa estratégia de combater a violência”, adiantou. “Estou muito feliz com esta nova turma e não temos medido esforços para aumentar o efetivo do Ceará e para manter os investimentos em segurança pública”, continuou o chefe do Executivo.

Com a turma graduada nesta sexta-feira, o Governo do Ceará apresenta, desde 2015, 2.786 PMs, entre oficiais e praças. Acrescentados aos efetivos nomeados da Polícia Civil (650), do Corpo de Bombeiros (275) e da Perícia Forense (108), o reforço nos últimos anos é de 3.819 profissionais. Somados aos próximos 2.800 soldados que serão formados, referentes às 2ª e 3ª turmas do último concurso, o número alcança a marca de mais de 6.600 profissionais em campo.

De acordo com o secretário André Costa, a sensação de segurança da população vai aumentar, principalmente, em áreas demandantes de Fortaleza. “Eles vão reforçar diversos pontos na Capital. Vamos reforçar o Centro, as áreas turísticas da Beira-Mar, Praia do Futuro, Praia de Iracema e os grandes corredores, como a Santos Dumont, Bezerra de Menezes, Virgílio Távora e várias outras áreas”, destacou o titular da SSPDS. “Também vamos atuar na Região Metropolitana e nas cidades de Juazeiro do Norte e Sobral”, estendeu.

O secretário frisou, ainda, que a segurança será ampliada com as segunda e terceira turmas, que já devem ser convocadas em breve. “Vamos intensificar o trabalho com os novos policiais e perseguir a redução dos índices de criminalidade no Ceará”, enfatizou.

Com informações do Governo do Estado do Ceará